segunda-feira, 28 de maio de 2012

Lingua Portuguesa: Numeral e Poema


O ÔNIBUS

Logo na esquina
desceu o primeiro.
Seguiu o motorista
mais quatro passageiros.

Desceu o segundo
no ponto seguinte.
Levou um susto:
a rua estava diferente.

Desceu o terceiro
na casa de Raimundo
que carregava no nome
tanta raiva do mundo.

O quarto desceu
em frente à estátua
Caiu-lhe sobre a cabeça
uma espada de prata.

Desceu o último
tranqüilo na calçada,
queria sentir o vento,
passear e mais nada.

Ficou só o motorista
nenhum passageiro.
Agora sim - ufa!
Podia ir ao banheiro.

Poesia a gente inventa. São Paulo. Ática, 1996.

1. O poema está organizado em partes, isto é, estrofes. Qual o número de estrofes do poema?
2. De acordo com o poema, quantas pessoas havia ao todo no ônibus?
3. Qual a relação entre as estrofes do poema e as pessoas do ônibus?
4. Esse poema é classificado como poema descritivo ou narrativo? Explique.
5. Numeral é a palavra que representa quantidade numérica, a ordem de uma sequência, número de vezes ou partes de um todo. No poema, que palavra representa quantidade?
6. Circule no texto os numerais que representam a ordem de uma sequência.
7. Quais tipos de numerais foram aplicados no texto? Qual o mais utilizado?
8. Complete as lacunas com o numeral correto:
a) Logo na esquina desceu o _______________ passageiro. (ordinal)
b) Seguiu o motorista com mais _______________ passageiros. (cardinal)
c) Entrou o _______________ de passageiros. (multiplicativo)
d) O motorista percorreu _______________ do caminho. (fracionário)
9. Esse texto é um poema ou uma poesia? Explique.
10. Explique o que representa a interjeição “ufa!” no penúltimo verso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário